Foi decepcionante o resultado do Galícia na sua estreia em casa, pela segunda rodada do Baianão 2017. O Fluminense de Feira, que já havia goleado o Azulino por 3 x 0 no Baianão 2016, repetiu a dose, goleando desta vez por 4 x 1, em Pituaçu.

O time de Sérgio Odilon, que já havia sofrido para conseguir um empate de 1 x 1 contra o Flamengo de Guanambi no domingo passado, mostrou mais uma vez que vai ter que melhorar muito se quiser ainda ter esperanças de avançar na competição.

O torcedor azulino que compareceu a Pituaçu na tarde de sábado viu uma equipe limitada e completamente envolvida pelo oponente. Apesar dos dois pênaltis marcados a favor do Touro do Sertão, o placar elástico refletiu a superioridade tricolor durante a maior parte do jogo.

O Flu abriu o placar com Jorge Wagner, de pênalti, aos 45 do primeiro tempo. Na volta do intervalo, Alemão, melhor jogador do Galícia em campo, empatou e ainda deu uma certa esperança de que a derrota seria evitada. Entretanto, seis minutos depois, Janeudo colocou a equipe feirense novamente à frente do marcador. Aos 24, Fernando ampliou com um golaço de fora da área.

A dois minutos do encerramento, o goleiro Edgar Júnior cometeu falta dentro da área. O árbitro marcou pênalti e expulsou o arqueiro azulino. Como o time já havia utilizado as três substituições, não houve alternativa senão colocar o jogador Rogério Xodó no gol. Rogério bem que tentou, mas não conseguiu defender a boa cobrança de Luís Paulo, que fechou o placar em 4 x 1 para o Touro do Sertão. Para sorte do Galícia, que tinha um homem a menos e um jogador improvisado no gol, foram dados apenas dois minutos de desconto pelo árbitro.

O jogo de ontem, além de muito preocupante pelo resultado, deixou o Galícia na penúltima posição do certame, à frente apenas do Bahia de Feira, que tem um jogo a menos. Vamos torcer para que Sérgio Odilon consiga contornar a situação.

O próximo compromisso do Galícia será contra o Vitória da Conquista, no próximo sábado, 11 de fevereiro, às 18:30 em Pituaçu.

(Foto: Site da FBF)