O Galícia anunciou ontem o seu treinador para a esperada disputa da Série D do Campeonato Brasileiro: o fluminense Antônio Carlos Roy, nascido em 21 de junho de 1970 em São Gonçalo.

Roy, um técnico experiente e bem sucedido, será responsável por comandar o Granadeiro na volta da equipe às competições nacionais depois de 19 anos. O Galícia integrará o Grupo A7, ao lado de América-PE, Souza-PB e Globo-RN, estreando no próximo dia 12 de junho, às 16:00, contra o América-PE em Jacobina.

Carreira

Depois ter sua carreira como jogador interrompida por uma lesão no joelho (atuou no Tupi-MG e Vasco da Gama), Roy começou a trabalhar como treinador em 2001, dirigindo as divisões de base do Barreira-RJ (atual Boavista).

Em 2002, assumiu o comando do Casimiro de Abreu-RJ, levando o clube ao título da Terceira Divisão do Campeonato Carioca, e, consequentemente, subindo para a Segunda Divisão. Roy foi eleito o melhor treinador daquela competição.

Em 2004, já à frente do Friburguense, chegou às semifinais da Taça Rio, terminando na sexta posição o Campeonato Carioca. Foi mais uma vez eleito o melhor técnico da competição. Em 2005, disputou a Copa do Brasil pelo Friburguese, sendo eliminado pelo Internacional-RJ na segunda fase.

Depois de passagens pela Portuguesa-RJ e Boavista, dirigiu o Linhares-ES em 2007, conquistando o título de campeão capixaba e levando a equipe à segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro. No mesmo ano, levou ainda o Resende ao título da Segunda Divisão do Campeonato Carioca, conquistando o acesso à Primeira Divisão.

Em 2008, repetiu a dose, conquistando novamente a Segunda Divisão do Campeonato Carioca, desta vez com o Bangu, levando a tradicional equipe de volta à Primeira Divisão.

Em 2009, mais uma vez à frente do Resende, eliminou o Flamengo nas semifinais da Taça Guanabara, perdendo a final para o Botafogo.

Em 2010, foi novamente campeão da Segunda Divisão carioca, desta vez pelo Cabofriense, adicionando mais um acesso ao seu currículo.

No mesmo ano, conquistou um outro acesso, este, bem mais importante: à frente do Madureira, levou a equipe às semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro, promovendo-o à Série C. Continuou à frente do clube em 2011, disputando e mantendo-se na Série C, além de conquistar o Troféu Carlos Alberto Torres.

Desde 2012, passou ainda pelo comando do América-RJ, Sampaio Correa-RJ, Tupi, Cabofriense, novamente o Madureira, São Cristóvão, Boa Vista, Olaria e São Gonçalo.

Como se vè, um técnico experiente e com muitas histórias de sucesso no currículo!

Que ele tenha uma excelente passagem pelo Demolidor de Campeões, e repita o que fez com o Madureira em 2010, levando o Galícia à Série C!

Antonio_Carlos_Roy

Foto: Wikipedia.